domingo, 29 de junho de 2008

Mação - 21 de Junho de 2008


Finalmente, após alguns adiamentos, o BTZ Mação levou a cabo o seu passeio anual.
Passeio é apenas um eufemismo para designar o percurso inicialmente previsto, que, apesar de menos exigente que o de 2007, tornou-se bastante complicado devido ao calor que se fez sentir e aos Bandos de Codes e de Santos que tínhamos que ultrapassar.

Estiveram presentes pelo BTZ, o Filipe, o Agostinho, o João e o Orlando, e como convidados o Rui, o Rogério, o Sérgio e o João Almeida.


A partida de Mação ocorreu cerca das 15h30m.
A primeira parte do percurso, até à subida do presunto, era igual à dos anos anteriores. Desta vez contornámos o Bando de Codes, retomando a subida das eólicas um pouco mais à frente já em alcatrão. Mas não foi isso que facilitou a vida aos presentes, dado que o pedestre normalmente servia para descansar um pouco, ou não.




A descida para o Castelo este ano tinha também algumas diferenças, passando a sul da aldeia, e permitindo conhecer mais alguns trilhos interessantes. Como é habitual esta descida costuma ter quedas, tendo este ano o azarado sido o João Almeida, felizmente, sem consequências graves.




A subida para o Bando de Santos era inédita, com o seu início na zona da igreja do Castelo, e a inclusão de uma nova ligação ao Miradouro do Bando de Santos, que foi demolidora, principalmente para quem a tentou fazer.





No final da subida, estava o merecido abastecimento, responsabilidade do Filipe e da Anita. Foi um dos melhores a que já tivemos direito nos nossos passeios e superando os passeios e maratonas em que habitualmente participamos.


No Parque de Merendas do Brejo foi efectuado o segundo abastecimento dado que o Orlando e o Rogério resolveram atalhar, para fugir à subida acima mencionada e de necessitarmos de instalar as luzes para a parte nocturna do passeio.

Já com o pelotão agrupado, rumámos a Aldeia D’Eiras, seguindo depois por estrada até ao Chão de Lopes Pequeno, onde reentrámos nos estradões, que nos haveriam de levar até aos singletracks de aproximação à Água Formosa.

Devido a problemas logísticos, não nos foi possível proceder à limpeza dos caminhos, o que levou a que fossemos vítimas de alguns arbustos, mais difíceis de superar que muitas subidas e não só (que o diga o Agostinho).


Com a chegada da noite e o avançado da hora tivemos de abdicar do objectivo Água Formosa, dirigindo-nos por estrada para Mação, onde chegámos por volta das 22h30m.

Depois do banho, realizou-se o jantar no restaurante Cantinho.

O balanço apesar de não termos completado o percurso inicialmente idealizado, pode ser considerado positivo, pois não houve lesões graves, e pudemos desfrutar das belas paisagens e subidas do nosso concelho, na companhia de amigos.



Gostava em nome do BTZ de agradecer a todos aqueles que possibilitaram e contribuíram para a realização deste passeio, nomeadamente ao Sr. Antunes, à Anita,.

Um agradecimento também ao Sérgio, ao João Almeida, ao Rogério e ao Rui, que nos deram o prazer da sua companhia, não faltando ao convite que efectuámos.

Uma palavra final de encorajamento ao Rui e ao Rogério para que continuem a pedalar, pois para a próxima vez o esforço já não será intenso.

O Sérgio e o João Almeida já pedalam muito, não precisam de encorajamento.

1 comentário:

Filipe Antunes disse...

Sr. João!!!!!

Mais uma reportagem.....mais um sucesso!!!!

Estás contratado!!!!!!

Vai falando com o pessoal e combina uma volta lá para final de Outubro.

Um abraço